O município de Paranaguá possui características climáticas similares à região de Joinville, também está localizado próximo a serra, a uma baía, e ao oceano. Paranaguá está situada na porção sudeste do estado do Paraná, entre as latitudes 25,365ºS e 25,735ºS e longitudes 48,706ºW e 48,277ºW.

O objetivo deste post é apresentar uma caracterização climática do município de Paranaguá, segundo dados de Mello et al. (2017). Os dados analisados foram: precipitação pluviométrica, umidade relativa do ar, temperatura do ar, e ventos (direção e velocidade).

Clique sobre a imagem para visualizar melhor

Localização do município de Paranaguá e das estações meteorológicas utilizadas na pesquisa. Fonte: Mello et al. (2017).

A análise foi realizada com base nos dados da Estação Meteorológica Convencional de Paranaguá (EMCP), o período analisado foi de 1961 a 2016.

A média pluviométrica anual para a EMCP é de 2.130,1mm. Valor similar ao encontrado por Mello e Oliveira (2016) para o município de Joinville = 2.130,1 mm.

O período mais chuvoso ocorre nos meses de verão (38,9%), com destaque para janeiro, com média de 310,5 mm, e o menos chuvoso no período de inverno (13,2%), com destaque para o mês de agosto (77,1 mm). Para Joinville os resultados são semelhantes, 35% das chuvas precipitam nos meses de verão, e 17% nos meses de inverno.

Nos meses de verão, devido ao maior aquecimento da superfície terrestre e consequente aumento da evaporação e formação de nuvens, é constante a ocorrência de chuvas convectivas com altos volumes precipitados em curto espaço de tempo. Essas precipitações acabam por elevar o montante de chuva desta estação do ano, sendo o oposto do que ocorre nos meses de inverno, quando a atuação da Massa Polar é mais frequente e intensa.

A temperatura média é de 21,4°C. De forma geral, os meses mais quentes são dezembro, janeiro e fevereiro (verão), e os meses mais frios são junho, julho e agosto (inverno). Na Estação Meteorológica da Univille (Joinville) a média anual é de 22,4°C (1995-2011).

A umidade relativa do ar média para o período de análise é de 85,4%. Na Estação Meteorológica da Univille é de 80,76% (1995-2011).

Clique sobre a imagem para visualizar melhor

Mosaico de gráficos da Estação Meteorológica Convencional de Paranaguá. A: Totais anuais de precipitação. B: Médias mensais de precipitação em (mm), e também dos valores máximos e mínimos já registrados na estação para cada mês. C: Médias anuais de temperatura em (°C) e dos valores máximos e mínimos absolutos para cada ano. D: Médias mensais de temperatura em (°C) e dos valores máximos e mínimos absolutos registrados em cada mês. Fonte: Mello et al. (2017).

A direção predominante dos ventos é de quadrante sul durante quase todos os meses do ano, e em todas as estações do ano – exceto nos meses de verão, que em média os ventos de quadrantes leste são mais frequentes. Os ventos de leste também possuem frequência maior na primavera. Os ventos do quadrante SE são frequentes em todas as estações do ano, com destaque para o verão, enquanto os ventos de NE são frequentes principalmente nos meses de primavera. Os ventos de quadrante N, NW, W e SW são os menos frequentes durante todo o ano.

A velocidade média dos ventos variou de 1,4 m/s em meses do inverno, tais como junho e julho, a 2,3 m/s no mês de novembro (primavera). Sendo a média de 1,9 m/s.

Clique sobre a imagem para visualizar melhor

Direção predominante dos ventos, nas diferentes estações do ano, para a Estação Meteorológica Convencional de Paranaguá (1961-2016). Fonte: Mello et al. (2017).

 

Clique sobre a imagem para visualizar melhor

Direção predominante, velocidade média (m/s) e velocidade média máxima (m/s) dos ventos mensais na Estação Meteorológica Convencional de Paranaguá. Fonte: Mello et al. (2017).

No link abaixo a análise está bem mais completa:

MELLO, Y. R.; LOPES, F. C. A.; ROSEGUINI, W. F. F. Características climáticas e análise rítmica aplicada a episódios extremos de precipitação e temperatura no município de Paranaguá, PR. Revista Brasileira de Climatologia, ano 13, v. 20, jan/jul 2017.

Neste artigo ainda é realizado um comparativo entre os dados trabalhados no estudo com o de outras pesquisas, como Bigarella (1978), e com os dados da Estação Meteorológica Automática da Ilha do Mel. Além da análise rítmica aplicada a alguns eventos extremos. BOA LEITURA!

Referências:

MELLO, Y. R.; LOPES, F. C. A.; ROSEGUINI, W. F. F. Características climáticas e análise rítmica aplicada a episódios extremos de precipitação e temperatura no município de Paranaguá, PR. Revista Brasileira de Climatologia, ano 13, v. 20, jan/jul 2017.

MELLO, Y. R. de; OLIVEIRA, T. M. N. de. Análise Estatística e Geoestatística da Precipitação Média para o Município de Joinville (SC). Revista Brasileira de Meteorologia, v.31, n.2, 229-239, 2016.