Autora: Yara de Mello

Para caracterizar o vento predominante foi utilizada a série histórica da Estação Meteorológica Convencional da Univille. Existem estações automáticas e convencionais, nas convencionais os dados são observados e registrados por uma pessoa responsável por isso.

Foi utilizada esta estação porque ela é uma das estações meteorológicas da região com a maior série histórica disponível. Existe os dados da ANA, mas são apenas de chuva, dentre outros que estão disponíveis mas com séries menores.

Dados de precipitação da Estação Meteorológica Convencional da Univille estão disponíveis AQUI.

O catavento tipo Wild (aparelho que mede a velocidade e a direção dos ventos) está localizado a uma altura de 10 metros. E a estação está localizada no campus da Univille na Zona Industrial Norte. A Figura abaixo traz a localização da estação, e um raio de 10 km e 100 km ao seu entorno. Isso apenas para mostrar que uma estação ao ser instalada deve ser representativa da região, podendo abranger um raio de até 100 km, segundo a Organização Meteorológica Mundial (isso era utilizado pelo menos até um tempo atrás). Porém, como Joinville está próximo da serra e do mar, isso não se aplica, a distância de representatividade é bem menor. Isso também terá haver com o objetivo da pesquisa.

Mapa de localização da Estação Meteorológica da Univille. Fonte: Mello e Oliveira, 2015.

Os dados de direção e velocidade do vento compreendem o período entre janeiro de 1996 e dezembro de 2011 (com falhas na série). Os cálculos foram gerados no software livre WRPLOT.

A tabela abaixo mostra a porcentagem (%) da direção predominante dos ventos na estação meteorológica para as diferentes estações do ano e no período anual (total). Com isso, é possível observar que os ventos predominantes são de quadrante LESTE, SUDESTE e NORDESTE durante o ano. Com destaque para a direção LESTE, que têm a maior frequência em todas as estações do ano.

Total Verão Outono Inverno Primavera
N 12,67 13,00 12,00 18,50 17,50
NE 14,00 18,00 16,00 13,50 17,00
E 27,67 30,00 28,00 24,00 25,50
SE 18,33 20,00 18,00 16,00 17,00
S 11,00 11,00 11,00 12,50 10,50
SW 5,17 2,50 4,50 6,00 4,50
O 6,00 3,00 6,00 6,00 3,50
NW 5,17 2,50 4,50 3,50 4,50

A Figura abaixo traz as informações acima de forma mais didática, assim como a frequência das velocidades:

Direção predominante dos ventos na Estação Meteorológica da Univille. Fonte: Mello e Oliveira, 2015

Aí surge uma pergunta:

POR QUE AS DIREÇÕES PREDOMINANTES SÃO DE QUADRANTES LESTE, SUDESTE E NORDESTE?

Bom, isso tem haver com a localização geográfica de Joinville. A Serra do Mar funciona como uma barreira orográfica para os ventos de oeste. Enquanto a circulação marítima e a influência da Massa Tropical Atlântica favorecem os ventos de leste. A passagem das frentes frias, e da Massa Polar também influenciam os ventos na região.

O ideal seria ter mais estações meteorológicas localizadas pelo município com séries históricas consistentes e longas para uma melhor caracterização.

Fonte:

YARA DE MELLO; THEREZINHA MARIA NOVAIS DE OLIVEIRA.  Estação Meteorológica da  Univille: caracterização da direção e velocidade predominante dos ventos. In: XIX Congresso Brasileiro de Agrometeorologia, Lavras/MG. p.1-5, 2015.